Astinus de Palanthas

Poucas figuras são mais importantes na história de Krynn que Astinus de Palanthas, o historiador por excelência do continente de Ansalon. Desde que apareceu, há milhares de anos, ainda na Era dos Sonhos, Astinuns nunca envelheceu um dia sequer – surgiu com a mesma idade que sempre teve, logo após a construção da Grande Biblioteca em Palanthas. Tão naturalmente quanto surgiu, tornou-se Grão-Mestre da Biblioteca e logo utilizou-se de sua posição para convocar sábios e estudiosos, os que viriam a ser os primeiros membros da Ordem dos Estetas.

Astinus dedicou sua vida ao conhecimento e ao registro imparcial dos acontecimentos. Para tanto, mantinha um distanciamento emocional dos eventos ao seu redor, o que o fazia comportar-se de maneira fria e objetiva constantemente. Tido por muitos como excessivamente direto, grosseiro e lacônico, o próprio justificava sua maneira de ser como um fardo necessário que os verdadeiros historiadores deviam carregar. Sua verdadeira paixão, portanto, era o conhecimento neutro – Em verdade, este fato aliado à sua aparente imortalidade fez com que muitos rumores sobre alguma relação entre Astinus e Gilean surgissem. Para alguns, ele é o próprio Gilean encarnado – para outros, um servo dedicado que foi abençoado com uma longa vida para dedicar-se à sua paixão de registrar objetivamente a História de Krynn. Sua origem, como quase tudo sobre Astinus, é um mistério, já que ele sempre se recusou a falar sobre ela.

Recentemente, Astinus desapareceu e levou consigo sua obra. Não se sabe como, nem para onde e menos ainda porquê, mas o grande cronista abandonou a biblioteca e a Ordem em meio à Quinta Era de Krynn.

Astinus de Palanthas

Forja do Futuro PedroSette